Aeroporto de Santiago começa a retomar atividades

Um avião da companhia aérea Lan procedente de Lima foi o primeiro voo a aterrissar neste domingo no aeroporto internacional de Santiago, fechado desde sábado por causa do terremoto que atingiu o país.

iG São Paulo |

Reuters
Passarela do aeroporto chileno foi destruída pelo tremor

Passarela do aeroporto chileno foi destruída pelo tremor

Ricardo Ortega, comandante da Força Aérea do Chile, afirmou que a retomada das atividades acontecerá de forma gradual. "Alguns voos já aterrissaram. Não significa que eles vão chegar de maneira regular, mas que se está trabalhando para que possam ingressar por etapas, por jornadas", disse.

Como o terremoto causou danos ao terminal do aeroporto, Ortega reforçou que o sistema montado é provisório e não "de primeira qualidade".

No sábado, autoridades da aeronáutica disseram que o aeroporto permaneceria fechado por pelo menos três dias . Todos os voos com destino ao Chile foram desviados para Lima, Buenos Aires, Mendoza e outras cidades.

Segundo Ortega, o principal problema é de informática. "A infraestrutura do terminal sofreu muitos danos e aí estão todos os sistemas de computação de reserva de passagens, que não estão disponíveis", explicou.

As pistas e todo o sistema de controle estão funcionando, mas espera-se que só haja regularização do fluxo de passageiros dentro de 48 horas, acrescentou o comandante da Força Aérea.

A agência EFE informou que os voos com saída de Santiago continuam suspensos. As autoridades pedem aos passageiros que não se dirijam ao aeroporto.


Com EFE e Ansa

Leia também:

Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: chileterremototerremoto no chile

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG