Aeroporto de Madri já barrou 873 brasileiros este ano

MADRI - O aeroporto de Madri-Barajas já impediu 873 brasileiros de entrar na Espanha este ano, em um total de 4.064 rejeições de cidadãos de outros países que não atendiam aos requisitos necessários, informaram nesta terça-feira fontes aeroportuárias.

EFE |

Nos cinco primeiros meses de 2009, os funcionários policiais da fronteira de Barajas tramitaram 4.064 arquivos de rejeição, sendo os brasileiros o grupo com maior número de impedidos de entrar na Espanha, com 873 casos, seguido pelos paraguaios, com 529.

Além disso, 497 argentinos, 432 venezuelanos e 185 hondurenhos foram impedidos de entrar na Espanha através do aeroporto de Madri.

Parte desses barrados na fronteira do aeroporto de Barajas foi atendida por advogados do Turno de Ofício do Colégio de Advogados de Madri.

Eles explicaram que a assistência de advogados a pessoas impedidas de entrar na Espanha diminuiu em 38,60% entre janeiro e maio de 2009 frente ao mesmo período de 2008.

No aeroporto de Madri-Barajas foi tramitada uma média diária de 25 arquivos de rejeição em fronteira entre janeiro e maio de 2009, frente a 30 do mesmo período do ano passado.

Leia mais sobre brasileiros em Madri

    Leia tudo sobre: brasileiros em madri

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG