antitabaco dos EUA é condenado a 5 anos por subornar juiz - Mundo - iG" /

Advogado antitabaco dos EUA é condenado a 5 anos por subornar juiz

Washington, 27 jun (EFE) - O advogado dos Estados Unidos Richard Scruggs, cuja luta contra as tabaqueiras nos anos 90 foi retratada no filme O Informante (1999), foi condenado hoje a cinco anos de prisão por conspirar para subornar um juiz.

EFE |

O juiz federal Neal Biggers, da Corte de Oxford (Mississipi), qualificou de "censurável" a conduta de Scruggs, e além da pena de prisão impôs uma multa de US$ 250 mil.

Biggers manteve sua sentença, apesar de a defesa ter pedido a redução da sentença à metade do tempo.

"Não poderia estar mais envergonhado do que estou hoje, envolvido em um caso de suborno judicial," disse Scruggs, que terá que se apresentar na prisão em 4 de agosto e pagar a multa em um prazo de 30 dias.

Scruggs foi acusado em novembro junto com o filho e seu sócio após escutas realizadas pelo FBI (Polícia federal americana) sobre o suposto suborno.

O advogado inicialmente negou estar envolvido no caso, mas em março, Scruggs e seu ex-sócio, o advogado Sydney Backstrom, se declararam culpados de conspirar para subornar o juiz Henry Lackey com US$ 50 mil.

Segundo a Promotoria, Scruggs queria uma sentença favorável em um litígio de mais de US$ 26,5 milhões em um caso relacionado com o furacão "Katrina".

Scruggs se tornou popular nos anos 90, quando empreendeu uma luta contra algumas companhias tabaqueiras utilizando informação privilegiada de uma das companhias, que acabou com um acordo de US$ 206 milhões.

O caso foi a base do filme "O Informante" (1999), protagonizado por Al Pacino, Russell Crowe e Christopher Plummer. EFE elv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG