Advogado pede cautela a Rosales para não minar pedido de asilo

Lima, 22 abr (EFE).- O advogado do líder opositor venezuelano Manuel Rosales, o congressista peruano Javier Riestra, pediu hoje a seu cliente discrição e que evite fazer declarações que possam prejudicar seu pedido de asilo político no Peru.

EFE |

Segundo disse à Agência Efe Riestra, Manuel Rosales deve "evitar testar o Governo (peruano)", pois, embora compreenda que nas atuais circunstâncias "ele deve estar tenso", "não é o mais sábio" fazer declarações políticas.

O advogado se referia assim às declarações que Rosales fez esta manhã em Lima, no momento em que o Governo estava reunido para avaliar seu pedido de asilo político, nas quais aproveitou para atacar o Governo venezuelano e chamar de "covarde" o presidente Hugo Chávez.

Minutos após ser concluída a mensagem, o chanceler peruano, José Antonio García Belaúnde, interrompeu um Conselho de Ministros no Palácio de Governo em Lima para chamar a atenção de Rosales por ter feito um pronunciamento político e insultado Chávez.

Rosales, prefeito de Maracaibo e principal opositor ao regime chavista, enfrenta um processo por corrupção na Venezuela, que ele considera não dar garantias. Por isso, decidiu solicitar ontem asilo político no Peru. EFE fjo/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG