Advogado dos McCann diz que arquivamento de caso Madeleine tem caráter duplo

Lisboa, 21 jul (EFE).- O advogado português dos pais de Kate e Gerry McCann, Rogério Alves, disse hoje que a decisão da Promotoria portuguesa de arquivar o caso Madeleine por falta de provas tem um caráter duplo.

EFE |

Em declarações à imprensa, Alves disse que "infelizmente" o caso é encerrado sem que se saiba o que aconteceu na noite do dia 3 de maio de 2007, quando a menina britânica, que então tinha três anos, desapareceu do apartamento turístico do Algarve onde dormia junto com seus irmãos.

Ao mesmo tempo, acrescentou, é uma decisão "gratificante" para Kate e Gerry McCann caso se considere que "o processo se voltou contra eles" quando foram considerados suspeitos de uma hipotética morte acidental de sua filha.

Entretanto, Alves afirmou que esta é uma "satisfação secundária", pois o que os pais de Madeleine desejam é recuperar a menina.

Considerou também que a decisão da Promotoria era "previsível" diante da falta de avanço nas investigações, embora tenha afirmado que o casal continuará procurando sua filha.

Apesar de o caso ter sido arquivado sem que saiba o que aconteceu, o advogado expressou sua confiança de que a Polícia Judiciária (PJ) portuguesa fez "tudo o que estava a seu alcance" e que só se manifestarão em outro sentido quando tiverem acesso ao conteúdo do caso.

Alves espera que a partir de agora a informação da PJ sirva para que a Polícia britânica e os investigadores particulares contratados pelos McCann avancem em seu trabalho e "surja uma nova luz na investigação".

Ele afirmou que este caso foi "muito prejudicial" para os pais da menor, tanto psicologicamente pela perda de uma filha, como pela pressão que sofreram ao saberem que a imprensa de todo o mundo estavam passando uma imagem negativa deles.

No entanto, quis enviar uma mensagem de otimismo e disse que agora seus clientes já não são suspeitos e é "tempo de olhar em frente", estudar o caso e fazer com que os pais voltem a estar ao lado da Polícia para colaborarem na busca por sua filha. EFE abm/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG