Advogado desmente que mãe de dois filhos de Michael vá pedir custódia

Los Angeles, 2 jul (EFE).- O advogado de Debbie Rowe, ex-mulher de Michael Jackson, desmentiu hoje que a mãe dos dois filhos mais velhos do cantor teria decidido lutar pela custódia das crianças, segundo disse em entrevista coletiva.

EFE |

Eric George, que representa os interesses legais de Rowe, explicou que as declarações nas quais sua cliente mostrava seu interesse em ficar seus filhos foram retiradas de seu contexto e que ainda não havia uma postura oficial.

"Quero meus filhos", disse Rowe em entrevista veiculada hoje pela rede de televisão "NBC". Ela também assegurou à emissora que se submeterá aos exames médicos necessários para demonstrar que é a mãe biológica de Prince Michael, de 12 anos, e de sua irmã, Paris Michael Katherine, de 11 anos.

"Debbie Rowe não tomou uma decisão final a respeito dos procedimentos da custódia", afirmou George.

Rowe também disse à "NBC" que solicitará uma ordem de afastamento contra Joe Jackson, o pai de Michael e avô das crianças.

Além disso, ex-mulher de Michael - que ficou de fora do testamento do cantor - afirmou estar preocupada com a possível separação de seus dois filhos de seu irmão menor, Prince Michael II, de 7 anos, que foi gerado por uma mãe de aluguel de identidade desconhecida.

Atualmente, as crianças se encontram sob a custódia temporária de sua avó, Katherine Jackson, à espera de uma audiência que acontecerá no próximo dia 6, na qual será definido o futuro dos filhos do cantor e a transferência da gestão de seus bens, de acordo com seu testamento.

Rowe foi casada com Michael durante três anos. Ela confessou que teve os filhos do artista para "fazer um favor a ele", que queria ser pai.

No entanto, ela já tentou reivindicar a tutela das crianças judicialmente em 2006. A ex-mulher do cantor teve uma vitória inicial, mas a custódia foi devolvida a ele posteriormente. EFE fmx/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG