Caso da Mala apelará da sentença - Mundo - iG" /

Advogado de empresário condenado no Caso da Mala apelará da sentença

Miami, 3 nov (EFE) - O advogado de defesa do empresário venezuelano Franklin Durán, que foi considerado hoje culpado no chamado Caso da Mala, anunciou que apelará do veredicto anunciado hoje pelo júri.

EFE |

Edward Shohat reiterou que seu cliente é inocente e que o caso foi fabricado pelo FBI (Polícia federal americana) por razões políticas.

Ao ser anunciado o veredicto unânime emitido pelo júri, Durán se mostrou impassível, enquanto alguns de seus parentes presentes na sala expressaram sua rejeição à decisão.

O veredicto por unanimidade foi obtido na segunda semana de deliberações em um tribunal de Miami, no qual Durán foi julgado durante oito semanas.

A juíza Joan Lenard fixou 12 de janeiro como data para divulgar a condenação e o advogado pediu um prazo de 60 dias para revisar o caso e apresentar a apelação.

O empresário enfrenta uma condenação máxima de 15 anos de prisão por ambos os casos.

A Promotoria Federal acusou o venezuelano de seguir ordens do Governo do presidente Hugo Chávez, junto com outros três cidadãos venezuelanos e um uruguaio, para ocultar a origem e destino de uma mala com US$ 800 mil atribuída ao empresário Guido Alejandro Antonini Wilson em um aeroporto da Argentina em 2007.

O dinheiro supostamente provinha da estatal Petróleos de Venezuela S/A (PDVSA) e era destinado à campanha eleitoral da atual presidente da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, segundo várias testemunhas da Promotoria. EFE so/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG