O candidato do Partido Social-Democrata (SPD) à chefia de governo alemã e ministro de Assuntos Exteriores, Frank-Walter Steinmeier, admitiu a derrota de sua legenda nas eleições gerais deste domingo.

¿ O complexo sistema eleitoral das legislativas alemãs

Steinmeier disse que o resultado foi "amargo" para seu partido e anunciou uma "oposição dura" no Parlamento alemão.

EFE
EFE
Chanceler Angela Merkel votou em Berlim

"É um dia amargo e uma derrota amarga, não há como embelezar isso", falou Steinmeier após a divulgação dos resultados das primeiras pesquisas de boca-de-urna, que dão ao SPD entre 22,7% e 23,3% dos votos, segundo as redes públicas de televisão "ARD" e "ZDF".

De acordo com as mesmas fontes, a União Democrata-Cristã (CDU), partido da chanceler alemã, Angela Merkel, venceu as eleições com 33,5%.

Este é o pior resultado para o SPD em eleições gerais desde a fundação da República Federativa da Alemanha e uma queda de mais de dez pontos percentuais frente ao pleito de 2005.

Merkel anuncia nova coalizão

A chanceler conservadora alemã Angela Merkel, depois de ter sido proclamada vencedora das eleições, anunciou neste domingo que formará um governo de centro-direita junto com os liberais do FDP.



Leia mais sobre: Alemanha

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.