Adolescentes dos EUA sofrem pressão por peso, diz pesquisa

NOVA YORK (Reuters Life!) - Quase 90 por cento das adolescentes norte-americanas se sentem pressionadas pela moda e pela mídia a serem magérrimas, e um padrão de beleza irreal e inatingível foi criado, segundo uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira. Mil meninas de 13 a 17 anos foram entrevistadas pela Internet pelo instituto Tru, especializado em pesquisas sobre jovens, para a associação das bandeirantes dos EUA.

Reuters |

Três quartos delas disseram considerar a moda "realmente importante." "A indústria da moda continua sendo uma influência realmente poderosa sobre as meninas e a forma como elas veem a si próprias e ao seus corpos", disse Kimberlee Salmond, pesquisadora sênior do Instituto de Pesquisas da Escoteira.

"As adolescentes pegam dicas de como deveriam parecer de modelos que veem nas revistas de moda e na TV, e é algo que elas lutam para se reconciliar quando se olham no espelho", afirmou.

Mais de 80 por cento das meninas disseram que preferem ver fotos naturais das modelos, em vez de imagens digitalmente alteradas ou melhoradas. Três quartos dela se dizem mais propensas a comprarem roupas que veem em modelos "reais" do que em mulheres magérrimas.

Além das modelos e celebridades, outras fontes de inspiração para as meninas são colegas, parentes e amigos, segundo a pesquisa.

Uma em cada três meninas disse que já passou fome ou "trancou" a boca para perder peso, e quase metade conhece alguém da sua idade que já se forçou a vomitar depois de comer. Mais de um terço disse conhecer alguma menina diagnosticada com um distúrbio alimentar.

(Reportagem de Michelle Nichols)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG