Um adolescente de 16 anos confessou ter matado os próprios pais e os dois irmãos mais novos, gêmeos de 10 anos de idade, no vilarejo de Albitreccia, no sul da ilha francesa da Córsega. Depois de vagar por quase 24 horas pela região da vila, o próprio jovem foi à delegacia local e admitiu o crime na tarde de quarta-feira.

Em uma coletiva, a vice-procuradora Valérie Tavernier disse que o rapaz estava acompanhado por um tio quando fez a confissão.

O jovem contou que agiu na noite da terça-feira, enquanto seus familiares dormiam, na casa onde moravam.

No entanto, segundo Tavernier, o rapaz não falou sobre o que o levou a cometer o crime.

"Estamos lidando com uma situação difícil e violenta", afirmou ela à rádio local Alta Frequenza.

O delegado Hubert Deininger disse à rádio France-Info que ainda é cedo para avaliar a situação psicológica do adolescente.

Por questões legais, o nome do rapaz e de seus familiares não foi revelado.

A Córsega é um dos destinos mais procurados pelos europeus nas férias do verão do hemisfério norte (inverno no Brasil).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.