Atenas, 18 dez (EFE).- Um adolescente ficou levemente ferido por causa de um tiro de origem desconhecida na noite da quarta-feira, em frente a um instituto no bairro ateniense de Peristeri, informaram hoje as autoridades de educação em Atenas.

Segundo as primeiras informações, os estudantes foram alvo de um disparo por parte de um desconhecido quando estavam na rua conversando sobre as manifestações estudantis por causa da morte de um adolescente em 6 de dezembro.

O ferido, identificado como Giorgos Paplomatas, foi levado a um hospital de Atenas, onde um dos médicos disse aos jornalistas que foi extraída do pulso do jovem uma bala de cinco milímetros de diâmetro e 20 de comprimento.

O paciente, de 16 anos, não foi ferido em nenhum órgão vital, nem sofreu ferimentos graves.

Colegas da vítima declararam à Polícia que ouviram um segundo disparo no lugar, depois que o jovem foi ferido.

O incidente ocorre em meio à onda de protestos por cauda da morte, em 6 de dezembro, de um adolescente de 15 anos pelos disparos de um policial.

O Partido Comunista da Grécia (KKE) denunciou, em comunicado, "a tentativa de assassinato dirigido contra o movimento organizado de estudantes e seus membros".

O KKE convocou uma manifestação esta tarde no bairro de Peristeri em protesto contra o incidente que terminou com o jovem ferido.

Paplomatas é membro do comitê de estudantes no centro de ensino médio onde estuda.

O ministro do Interior grego, Prokopis Pavlopulos, prometeu um rápido esclarecimento dos fatos e pediu calma, ao assegurar que, "nestas horas cruciais, todos devem apoiar a paz social". EFE afb/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.