Adiado julgamento de canadense detido em Guantánamo

O julgamento de Omar Khadr, jovem canadense acusado de terrorismo e único ocidental ainda detido em Guantánamo, que deveria começar em 10 de novembro, foi adiado para 26 de enero, anunciou um de seus advogados.

AFP |

Os advogados de Omar Khadr apresentaram um recurso contra a detenção ao juiz federal John D. Bates, segundo o advogado Karl Thompson.

Khadr, 21 anos, é acusado de matar um soldado americano com uma granada em julho de 2002 durante um fogo cruzado no Afeganistão, quando tinha apenas 15 anos.

kdz/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG