Acusada de elo com guerrilha, deputada colombiana deixa prisão

Bogotá, 2 jan (EFE).- A ex-congressista colombiana Eleonora Pineda saiu hoje da prisão no norte de Bogotá, após cumprir pena por ter vínculos com grupos paramilitares.

EFE |

A ex-deputada cumpriu três quintos da condenação que lhe foi imposta de 30 meses de prisão e, por sua boa conduta e sua confissão do delito, saiu da reclusão depois de 19 meses.

"O período foi duro e difícil, muito enriquecedor. Boa a alegria que se sente após estar tantos meses privada da liberdade, no meu caso 19 meses, foi bastante duro e difícil", disse a congressista ao sair do centro de detenção.

Pineda foi condenada pelo delito de comum acordo para delinqüir, após serem descobertos seus nexos com ultradireitistas e depois de ela expressar sua admiração por altos comandantes das Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC). EFE fer/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG