A indústria petroleira americana chegou a um consenso com os trabalhadores do setor, que ameaçavam entrar em greve para obter um acordo coletivo mais favorável, anunciou o United Steelworkers (USW), nesta terça-feira.

O acordo coletivo dos petroleiros expirou no sábado, e os sindicatos da categoria ameaçavam entrar em greve, se suas reivindicações não fossem atendidas.

O USW, que reúne operários da siderurgia, assim como 30.000 trabalhadores da produção, transporte e refino de petróleo, assinou um acordo com o grupo petroleiro anglo-holandês Shell, que representa o lado patronal nas negociações.

Os detalhes do acordo ainda não foram divulgados.

gmo/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.