O departamento de Estado americano pagou 504 milhões de dólares às famílias das vítimas do atentado de Lockerbie, cometido por agentes líbios e que deixou 270 mortos em 1989, informou neste domingo o secretário de Estado adjunto para o Oriente Médio, David Welch.

Este pagamento acontece dias depois do anúncio realizado pela Líbia sobre o 1,5 bilhão de dólares destinado ao fundo de indenização para as vítimas americanas do enfrentamento entre ambos países nos anos 1980.

Um total de 268 famílias receberá dois milhões de dólares. Essa soma integrará os dez milhões de dólares já recebidos por cada falecido e os três milhões de dólares para cada ferido.

Das duas famílisa restantes, uma delas rejeitou parte dos pagamentos e a outra concluiu um acordo em separado com a Líbia.

Outro pagamento de 500 milhões de dólares deverá ser realizado em breve às famílias das vítimas do atentado contra a discoteca de Berlim, "La Belle", em 1986, freqüentada por soldados americanos. Esse atentado deixou três mortos e 260 feridos.

Mais 700 milhões de dólares irão para as famílias de outras vítimas diretas ou indiretas desse período marcado por uma profunda animosidade entre Estados Unidos e Líbia, que atualmente normalizaram suas relações.

sl/cll/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.