Bruxelas, 18 fev (EFE).- O alto representante para Política Externa e Segurança Comum da União Europeia (UE), Javier Solana, qualificou hoje de passo importante o acordo assinado em Doha pelo Governo do Sudão e pelo grupo rebelde Movimento de Justiça e Igualdade (MJI), para facilitar a resolução do conflito na região sudanesa de Darfur.

Em comunicado, Solana mostrou sua satisfação por causa da assinatura na terça-feira do chamado acordo de "boa vontade e para gerar confiança", com vistas a conseguir uma paz definitiva em Darfur, uma área em meio a um conflito desde janeiro de 2003.

De acordo com Solana, este "passo importante" foi possível graças à "implacável participação" das autoridades do Catar e do chefe de mediação da ONU e da União Africana (UA), Djibril Bassolé.

Solana elogiou seus esforços e os incentivou a continuar promovendo as condições necessárias para favorecer as conversas.

Além disso, pediu que as partes sudanesas continuem "por este caminho" e que coloquem em prática este compromisso para conseguir o mais rápido possível um acordo marco que leve ao fim das hostilidades, o que é uma das "pré-condições" para terminar com o conflito em Darfur, lembrou.

Solana reiterou também o apoio da UE aos esforços pela paz e expressou sua esperança de que se concretizem em breve novos passos para um "genuíno processo político" na zona. EFE rja/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.