O acordo de cessar-fogo assinado na sexta-feira em Tbilisi pelo presidente georgiano Mikhail Saakashvili foi transmitido por fax neste sábado a Rússia por meio da diplomacia americana.

  • NYT: conflito na Geórgia mostra sinais de limpeza étnica
  • Veja galeria de fotos do conflito na Geórgia
  • Entenda o conflito na Ossétia do Sul
  • Cronologia: relações entre a Geórgia e a Ossétia do Sul 
  • Análise: as lições do conflito na Ossétia do Sul
  • Rússia x Geórgia: países têm poder econômico desigual

    O documento é idêntico ao assinado pelos presidentes da Abkházia e Ossétia do Sul, dois territórios separatistas georgianos, segundo uma fonte do ministério russo das Relações Exteriores.

    A expectativa é que o acordo seja assinado agora pela Rússia.

    Depois da assinatura, os russos devem iniciar a retirada das tropas que entraram na Geórgia depois que este país decidiu, em 7 de agosto, tentar recuperar o controle da Ossétia do Sul.

    Leia também:

    Opinião:

    Leia mais sobre: Geórgia Rússia

    • Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.