Ações violentas deixam sete mortos na Argélia nos últimos dias

Argel, 10 abr (EFE).- Inúmeras ações violentas registradas em diferentes áreas da região argelina da Cabília (leste) levaram à morte de sete pessoas - três soldados, um guarda e três terroristas -, informaram hoje fontes das forças de segurança.

EFE |

Os três terroristas, membros da organização Al Qaeda para o Magrebe Islâmico (AQMI), morreram no final da última quarta em uma operação de rastreamento do Exército argelino em montes da província de Boumerdès.

Entre eles está Messaoudene Lakhdar, ativista islâmico procurado há anos por seu envolvimento em vários atentados.

Neste mesmo dia dois soldados, vestidos à paisana e que circulavam em um veículo camuflado, foram assassinados a tiros em uma emboscada terrorista nas proximidades da cidade de Naciria.

Algumas horas antes, outro grupo terrorista atacou um quartel em Souk el-Had causando a morte de um guarda comunal.

Na terça-feira passada outro militar morreu na cidade de Lakhdaria após a explosão de uma bomba de fabricação artesanal acionada à distância. EFE sk/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG