Acidentes em minas deixam 17 mortos e seis soterrados na China

Pequim - Pelo menos 17 trabalhadores morreram e seis permanecem soterrados após dois acidentes em minas ocorridos nas últimas horas no sudoeste e norte da China, informou nesta segunda-feira a agência oficial Xinhua.

EFE |

No primeiro destes acidentes, 12 pessoas perderam a vida em uma explosão na mina Donggou, na localidade de Jiexiu, na província de Shanxi (norte).

Cinco responsáveis pela mina foram detidos após o acidente, já que aparentemente o poço era explorado em excesso e um dos muros da instalação tinha sido derrubado.

No outro acidente, cinco trabalhadores morreram e seis permanecem soterrados, também devido a uma explosão de gás em uma mina de carvão, neste caso na província sudoeste de Yunnan.

O acidente ocorreu à 1h50 local (15h50 de domingo em Brasília) na mina Malishu, do distrito de Shuangbai, informou o Governo local.

Equipes de resgate chegaram ao local do acidente duas horas depois e trabalham para tentar aceder ao lugar onde os trabalhadores estão soterrados.

As minas chinesas são as mais perigosas do mundo, devido à precariedade de seus métodos de segurança e à alta exploração de muitas delas, em um país onde o carvão é a principal fonte de energia (mais de 70% do total).

Os acidentes aumentam no inverno local, quando a demanda de carvão para calefação sobe em todo o país.

O gigante asiático registrou 1.954 acidentes em minas de carvão em 2008, nos quais morreram 3.215 pessoas, enquanto neste ano mais de 1.900 pessoas perderam a vida, segundo a Administração Estatal Chinesa de Segurança no Trabalho.

Leia mais sobre: China

    Leia tudo sobre: chinaminamineradores

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG