Acidentes em minas de carvão na Ucrânia matam 24 pessoas

Oito trabalhadores estão desaparecidos. Minas ucranianas estão entre as mais perigosas do mundo

EFE |

O número de mortos nos dois acidentes ocorridos na sexta-feira em minas de carvão no leste da Ucrânia subiu para 24, informou neste sábado o Ministério de Emergências. Segundo os últimos dados oficiais, um desabamento na mina Bazhánov, na bacia de Donetsk, deixou seis mortos e quatro feridos.

O Ministério de Emergência informou ainda que aumentou de 17 para 18 o número de vítimas fatais na explosão registrada ontem em outra mina da bacia de Donetsk, a Sujodólskaya-Vostóchnaya, onde prosseguem as tarefas de busca por oito trabalhadores que estão desaparecidos. A mina Sujodólskaya-Vostóchnaya, cuja exploração começou em 1980, é considerada uma das mais perigosas da bacia de Donetsk, já que foi cenário de vários acidentes.

O mais grave deles aconteceu em 9 de junho de 1992, quando uma explosão de gás metano em uma de suas galerias causou a morte de 66 mineiros. As minas de carvão ucranianas figuram entre as mais perigosas do mundo, e a cada ano dezenas de acidentes acontecem em seus poços.

Um terço das explorações de carvão ucranianas está em funcionamento há mais de um século, sem modernização há décadas. Segundo as estatísticas oficiais, cada 1 milhão de toneladas de carvão extraído na Ucrânia custa a vida de dois mineiros.

    Leia tudo sobre: ucrâniaacidentemina de carvãomineiros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG