Acidente faz Airbus cancelar comemorações de voo inaugural de A380 em Paris

A empresa Airbus não pôde celebrar como havia previsto a primeira decolagem em Paris, nesta terça-feira, de um voo do maior avião comercial do mundo, o A380, com capacidade para transportar até 853 passageiros. O acidente com o avião da Air France, um Airbus 330, levou a empresa europeia a cancelar os eventos comemorativos desse voo inaugural, o primeiro realizado a partir da Europa continental, com destino a Cingapura.

BBC Brasil |

"A tragédia nos obrigou a cancelar a parte festiva do evento", afirmou um porta-voz da Singapore Airlines, a primeira companhia aérea a utilizar o A380 em voos de linha.

A maioria das autoridades francesas convidadas para a comemoração cancelou a presença, como o ministro da Ecologia, também responsável pela pasta dos Transportes, Jean-Louis Borloo, e o diretor dos Aeroportos de Paris.

Os convidados da Singapore Airlines fizeram um minuto de silêncio no aeroporto Charles de Gaulle em memória das 228 vítimas do voo 447 da Air France, que desapareceu após ter decolado do Rio de Janeiro.

Voo inaugural
O A380 havia decolado de Cingapura no final da noite de segunda-feira, no horário local, e aterrissou em Paris na manhã de terça-feira.

O avião decolou novamente de Paris na tarde de terça-feira e deve chegar a Cingapura na quarta-feira.A Singapore Airlines, que foi a primeira companhia aérea a integrar o A380 a sua frota, no final de 2007, terá voos diários Paris-Cingapura com esse novo avião da Airbus.

O voo que decolou de Paris estava praticamente lotado, com 93% dos assentos ocupados.

Mas o modelo comprado pela companhia aérea, que preferiu privilegiar o espaço e o luxo, não utiliza a capacidade máxima de lotação do aparelho.O avião da companhia possui apenas 471 assentos, contra 853 da capacidade máxima da aeronave.

A Singapore Airlines já havia iniciado voos regulares utilizando o A380 com destino a Sydney, Tóquio, Dubai, Los Angeles, Toronto, Londres e outras cidades.

A empresa, no entanto, ainda não havia criado a linha regular de voos com o A380 a partir dos chamados países continentais da Europa.

A companhia aérea fez 19 encomendas do A380 a Airbus e estuda outras seis.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG