Acidente fatal cancela voos no maior aeroporto do Japão

TÓQUIO - Autoridades aeroportuárias do Japão informam que 43 voos já foram cancelados desde o acidente que matou piloto e co-piloto de um avião de carga procedente da China, no Aeroporto Internacional de Tóquio-Narita, maior do país.

Redação com EFE |


O acidente aconteceu às 6h50 locais de segunda-feira (18h50 de domingo no horário de Brasília). Trata-se do primeiro acidente fatal neste aeroporto desde que ele foi inaugurado, em 1978.

O piloto e o co-piloto de um avião da companhia de entregas FedEx, ambos americanos - assim como a empresa -, morreram após o avião tombar durante a aterrissagem, aparentemente devido ao vento de 72 km/h, e, depois, pegar fogo.

Reuters

Bombeiros apagam o fogo no avião que explodiu ao tocar o chão

O piloto Kevin Kyle Mosley, de 54 anos, e o co-piloto Anthony Stephen Pino, de 49 anos foram resgatados pelos bombeiros em estado crítico, mas o hospital ao qual foram levados constatou a morte de ambos, de acordo com a agência de notícias local "Kyodo".

A pista onde ocorreu o acidente é onde manobram os maiores aviões, o que causou problemas na atividade do aeroporto, que opera até 546 voos por dia.

Até as 12h locais (0h de Brasília), 19 aviões que deveriam aterrissar em Narita foram desviados para o aeroporto de Haneda em Tóquio, assim como para as cidades de Nagoya, Kansai, Chitose, em Sapporo e Yokota.

Leia mais sobre acidente aéreo

    Leia tudo sobre: japão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG