Colisão de veículo com muro de concreto de um túnel também deixa seis adultos mortos e 24 crianças feridas

Um acidente de ônibus na Suíça deixou 28 mortos, incluindo 22 crianças, informaram autoridades nesta quarta-feira. Outras 24 crianças ficaram feridas na colisão do veículo com um muro de concreto de um túnel na região de Sierre, no cantão de Valais, próximo à fronteira com a Itália.

De acordo com autoridades, o acidente aconteceu por volta das 21h (horário local) de terça-feira. O veículo levava crianças de volta à Bélgica depois de um período de férias em uma estação de esqui quando se chocou contra o muro. Os dois motoristas morreram.

 Leia também: Acidente com ônibus escolar mata crianças palestinas

Menina chora ao chegar em escola em Heverlee, na Bélgica, onde estudavam alguns dos estudantes mortos em acidente de ônibus na Suíça
AP
Menina chora ao chegar em escola em Heverlee, na Bélgica, onde estudavam alguns dos estudantes mortos em acidente de ônibus na Suíça

Algumas das crianças feridas foram transportadas por oito helicópteros para hospitais em Lausanne e Berna. O governo belga colocou dois aviões à disposição de familiares para transportá-los à Suíça.

Em Bruxelas, o Ministério de Relações Exteriores da Bélgica afirmou que a maior parte das crianças tinha 12 anos de idade. Elas estudavam em duas escolas diferentes e tinham passado uma temporada esquiando em Val d'Anniviers, nos alpes suíços.

"É incompreensível. Havia três ônibus e apenas um se acidentou, sem qualquer contato com os demais", disse o ministro das Relações Exteriores da Bélgica, Didier Reynders.

O procurador suíço Olivier Elsig afirmou em entrevista coletiva que o ônibus era “novo ou quase novo” e estava equipado com cintos de segurança.

O limite de velocidade dentro do túnel é de 100km/h. Elsig afirmou que o veículo colidiu com a parede à direita e depois com o muro de concreto à frente. A promotoria prometeu uma investigação transparente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.