Acidente de helicóptero deixa 2 mortos em Wisconsin

Washington, 21 set (EFE).- A queda de um helicóptero contra uma casa em Kenosha, no sudeste de Wisconsin (Estados Unidos), matou os dois ocupantes do aparelho, informaram hoje as autoridades.

EFE |

Cinco pessoas estavam na casa quando o helicóptero atingiu o teto da residência, por volta das 5h30 (6h30 de Brasília). No entanto, nem que estava no imóvel ficou ferido, disse o sargento da Polícia Eric Larsen.

A Administração Federal de Aviação (FAA) e a Junta Nacional para a Segurança no Transporte (NTSB) iniciaram uma investigação para investigar as causas do acidente.

Um porta-voz da FAA, Tony Molinaro, afirmou que o helicóptero, um Robinson R-44 de 2006, pertencia à empresa Midwestern Air Services.

Ao que tudo indica, o piloto não tinha repassado seu plano de vôo às autoridades.

A previsão do tempo para a área de Kenosha indicava a presença de nevoeiro, mas ainda não se sabe se isso pode ter causado o acidente.

Na hora da queda do helicóptero, o aeroporto de Kenosha reportava uma visibilidade de até 1,6 quilômetro.

Em declarações ao jornal "Milwaukee Journal Sentinel", Gary Stielow, que vive próximo ao local do acidente, disse que o motor do helicóptero, apesar de sua potência, "não soava bem, até que, de repente, se ouviu um forte barulho".

Ele acrescentou que a família conseguiu sair da casa a tempo e que os cadáveres das duas vítimas ficaram estendido no chão, ao lado do motor do aparelho, que estava em chamas.

O aeroporto da região opera a partir das 7h (horário local), por isso qualquer vôo antes dessa hora oferece riscos a seus tripulantes, disse Corey Reed, supervisor de operações do terminal aéreo. EFE mp/ab/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG