Acidente de avião no Suriname deixa sete brasileiros mortos, diz agência

SÃO PAULO - Pelo menos 20 pessoas, entre elas supostamente sete brasileiros, morreram nesta quinta-feira na queda de um avião no Suriname, informaram fontes do aeroporto de Paramaribo. O Itamaraty ainda não confirmou a informação.

Redação com AFP |

Um aparelho Antonov 28, da companhia Blue Wings, decolou do aeroporto de Paramaribo, às 10h (11h de Brasília), e caiu cerca de uma hora mais tarde próximo da fronteira com a Guiana Francesa, informaram as fontes, acrescentando que a aeronave era de fabricação russa.

O acidente com o bimotor turboélice ocorreu próximo de Benzdorp, destino do vôo, a 300 km de Paramaribo, próximo do rio Maroni, em uma região montanhosa considerada a mais importante do Suriname pela produção mineradora, em que trabalha grande quantidade de estrangeiros.

A presença dos brasileiros foi confirmada na lista dos 18 passageiros divulgada pela empresa. As duas outras vítimas eram o piloto e o co-piloto.

Contatado pelo Último Segundo , o Ministério das Relações Exteriores disse estar em contato com a embaixada brasileira em Paramaribo, capital do Suriname, para confirmar se realmente há brasileiros entre os mortos. 

Já a embaixada do Brasil no Suriname afirmou para a reportagem que ainda não teve acesso à lista de passageiros, que, segundo o órgão, é o único documento oficial que poderá comprovar a presença de brasileiros no vôo.

Arai Carcuil, pai do piloto da aeronave, Suragni Carcuil, de 36 anos, disse à AFP que recebeu uma ligação de seu outro filho, que contou que "o avião explodiu ao bater em uma montanha".

Um funcionário da empresa contatado pela AFP não quis dar mais informações.

A companhia aérea foi fundada há seis anos e opera 10 aeronaves, incluindo dois Antonov de 18 lugares, de fabricação russa, de acordo com um perfil da empresa na Internet. Ela faz vôos domésticos do Suriname e também para a Guiana Francesa e a Europa.

O Suriname possui uma população de cerca de 500 mil habitantes, e sua economia é baseada, principalmente, na mineração.

Leia mais sobre: acidente de avião  - Suriname

    Leia tudo sobre: acidente de avião

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG