Acidente de avião mata 17 no nordeste do Irã

Pelo menos 17 pessoas morreram e outras 19 ficaram feridas nesta sexta-feira no acidente de um avião em Mashhad, uma cidade do nordeste do Irã, anunciou a agência oficial Irna.

AFP |

"Houve um acidente e um incêndio envolvendo um avião de carreira que fazia a ligação entre Teerã e Mashhad, que deixou 17 mortos e 19 feridos", informou a Irna, citando o governador adjunto da província de Khorassan, Ghahreman Rashid.

Segundo Rashid, o avião, um Illiuchin, transportava 153 pessoas.

"Todos os mortos e feridos, assim como os demais passageiros do avião, foram evacuados, e o incêndio foi apagado", destacou Rashid.

De acordo com a TV pública, o acidente aconteceu quando o aparelho estava em fase de pouso no aeroporto internacional de Mashhad, uma cidade muito frequentada por peregrinos xiitas.

As rodas do avião pegaram fogo na hora do pouso, e o aparelho saiu da pista e se chocou violentamente contra um muro, explicou a Irna.

"O avião tentava pousar no meio dela. Como a pista é curta, o aparelho saiu e se chocou contra o muro da frente", declarou, por sua vez, Ahmad Majidi, ministro adjunto dos Transportes, citado pela agência Isna.

Majidi destacou que o avião pertencia à companhia aérea privada Aria Air.

"O avião foi vítima de um incidente técnico", afirmou a TV pública, citando o diretor de relações públicas do aeroporto de Mashhad, identificado apenas como M. Pirhandeh. O acidente ocorreu às 18H10 locais (10H40 de Brasília, frisou.

Este acidente acontece menos de dez dias após o de um Tupolev-154 da Caspian Airlines que fazia a ligação entre Teerã e Erevan e que caiu em 15 de julho no norte do Irã, matando os 153 passageiros e 15 tripulantes.

Também neste caso, as autoridades culparam um "problema técnico".

O Irã já teve várias catástrofes aéreas nos 10 últimos anos.

Seus aviões, tanto civis como militares, se encontram em estado crítico por falta de manutenção, em grande parte provocada pelo embargo imposto pelos Estados Unidos depois da revolução islâmica nos anos 80.

Em setembro de 2006, 29 pessoas morreram quando o avião onde estavam saiu da pista, também no aeroporto de Mashhad.

No fim de 2006, um avião militar iraniano caiu logo depois da decolagem em Teerã, matando 39 pessoas, entre elas 30 membros dos Guardiães da Revolução.

Em dezembro de 2005, um Lockheed C-130 caiu sobre uma área residencial logo após sua decolagem de Teerã, matando 108 pessoas.

aer/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG