Acidente com helicóptero mata 16 no Afeganistão

CANDAHAR, Afeganistão (Reuters) - Um helicóptero civil que prestava serviços para a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão caiu numa base militar no sul do país no domingo, matando 16 pessoas e ferindo outras cinco, informou a aliança militar. O capitão Ruben Hoornveld, porta-voz holandês de uma base aérea da Otan em Candahar, disse que não houve envolvimento do inimigo da aliança no acidente, que aconteceu quando o helicóptero decolava da base, que é a sede da Otan no sul do país.

Reuters |

A agência de notícias russa Interfax descreveu o helicóptero como um Mi-8 de transporte, operado por uma empresa russa. Ele levava 17 passageiros e três tripulantes no momento do acidente. Segundo a agência russa, 15 pessoas morreram.

O acidente é o segundo de um ex-helicóptero civil soviético no sul do Afeganistão em menos de uma semana. Seis tripulantes ucranianos morreram a bordo de um Mi-26 de transporte, de fabricação soviética, que caiu na província de Helmand na terça-feira.

Autoridades da Moldávia disseram que o helicóptero que caiu na terça-feira foi derrubado a tiros quando levava suprimentos a uma distante base britânica.

As tropas da Otan dependem pesadamennte do transporte aéreo realizado por aeronaves de fabricação soviética, num país onde as viagens por estradas são geralmente difíceis. As forças da aliança militar no país se expandiram rapidamente, com a chegada de dezenas de milhares de tropas norte-americanas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG