Acidente com helicóptero mata 12 militares turcos no Afeganistão

Queda de aeronave deixou também 4 civis afegãos mortos; acidente é o mais mortal para as forças estrangeiras no país desde agosto

iG São Paulo |

Um helicóptero da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) caiu nesta sexta-feira sobre uma casa nos arredores de Cabul, no Afeganistão, matando 12 militares turcos a bordo e quatro civis afegãos em terra.

Inquérito: Líder afegão acusa EUA de não ajudar em investigação de massacre

O acidente ocorreu às 10h25 em Cabul com helicópteros do tipo Sikorsky, que prestavam serviço na zona do comando de Cabul da Isaf (missão da Otan no Afeganistão).

AP
Policial afegão observa destroços do helicóptero que caiu em Cabul
Militares turcos confirmaram o acidente e disseram que uma equipe de investigação foi enviada ao local. Segundo a polícia afegã, duas mulheres e duas crianças morreram. A emissora turca NTV acrescentou que entre os falecidos há dois capitães e um oficial das forças aéreas.

Apesar de a Otan ter informado inicialmente que a causa do acidente era desconhecida e que não havia sinais de que o helicóptero possa ter sido abatido por insurgentes, um policial disse se tratar de uma falha técnica.

Missão

A missão turca no Afeganistão se limita a patrulhas, principalmente nos arredores de Cabul, e seus 1,8 mil soldados não participam de operações de combate.

O acidente é o mais mortal para as forces da Otan desde agosto, quando 30 soldados americanos morreram quando um helicóptero Chinook foi abatido na província de Wardak, no centro do país.

O acidente ocorre no momento em que as relações entre Afeganistão e o Ocidente estão abaladas, especialmente com os EUA por causa do massacre de 16 civis supostamente feito por um militar americano e pela queima de cópias do Alcorão em uma base militar no Afeganistão.

Defesa: Acusado de massacre afegão não tinha problema com bebida, diz advogado

Os incidentes trouxeram à tona a discussão sobre o papel das forças estrangeiras no Afeganistão e a data para transferência da segurança para mãos afegãs. A previsão é que até o fim de 2014 todos os soldados da coalizão estrangeira sejam retirados do território afegão.

*Com Reuters e AP

    Leia tudo sobre: afeganistãootankarzaihelicópteroacidenteturquia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG