Acidente aéreo na Cidade do México mata ministro

O ministro do Interior do México, Juan Camilo Mourino, morreu nesta terça-feira com pelo menos sete pessoas em um acidente de aéreo no centro da Cidade do México. A pequena aeronave em que estava o ministro entrou em chamas e caiu no distrito financeiro da capital mexicana durante a hora do rush.

BBC Brasil |

O acidente aconteceu às 19h, horário local (23h em Brasília).

O prefeito da Cidade do México, Marcelo Ebrard, afirmou que provavelmente nenhum dos tripulantes do avião sobreviveu ao acidente.

Um ex-procurador-geral assistente, José Luis Santiago Vasconcelos, também teria morrido.

Segundo o prefeito, pelo menos 40 pessoas ficaram feridas e carros foram destruídos pelas chamas causadas pelo avião.

Testemunhas afirmam que o acidente causou um grande incêndio na cidade, mas as chamas já foram controladas.

As causas do acidente ainda são desconhecidas.

Estrela em ascensão

Analistas descrevem Mourino, que tinha 37 anos, como uma estrela em ascensão na política mexicana.

Ele era um dos responsáveis pelo combate aos cartéis de narcotraficantes no México.

Mourino estava sofrendo acusações de ter beneficiado negócios de sua família em contratos com o governo mexicano.

O ministro, que era próximo no presidente mexicano, Felipe Calderón, havia negado as irregularidades.

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG