Achados vivos na Colômbia 5 civis desaparecidos após ataque das Farc

Bogotá, 29 jul (EFE).- As autoridades colombianas encontraram com vida cinco dos seis civis que tinham sido dados como desaparecidos em um ataque das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) à embarcação militar que navegava por um rio das selvas do oeste do país, disseram hoje fontes governamentais de Bogotá.

EFE |

Os cinco formavam um grupo de dez camponeses cortadores de coca e seis militares que, na segunda-feira, sofreram uma emboscada dos rebeldes perto de Bebedó, casario de Medio San Juan, localidade de Chocó, departamento cuja capital é Quibdó.

Dois dos civis e três militares morreram no ataque, atribuído pelo Governo colombiano à frente 34 das Farc.

A emboscada também deixou sete camponeses feridos, enquanto seis foram dados como desaparecidos na época, condição na qual permanece um deles, após cinco terem sido encontrados na terça-feira.

Os civis faziam parte de um dos cinco grupos móveis de erradicação à coca que tinham sido mobilizados a essa região do oeste do país para destruir plantações da folha.

Protestos dos aldeões obrigaram as autoridades a ordenar a transferência destes camponeses, informou o responsável da gestão contra cultivos ilícitos da Agência Presidencial para a Ação Social e a Cooperação Internacional (Ação Social), Victoria Eugenia Restrepo.

A embarcação que os transportava "foi atacada em uma ilhota com granadas e disparos por supostos guerrilheiros da frente 34 das Farc", afirmou Restrepo, que rejeitou a ação de "narcotraficantes armados ilegais".

Os cinco civis encontrados foram internados em um hospital de Quibdó. EFE jgh/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG