Acesso à internet é interrompido no Egito horas antes de protesto

Forças de segurança estão em 'alerta máximo' para conter manifestações convocadas para esta sexta-feira

iG São Paulo |

O acesso à internet foi cortado na capital do Egito, Cairo, durante a madrugada desta sexta-feira, horas antes do início de uma nova jornada de protestos contra o regime do presidente Hosni Mubarak. Os telefones celulares também não estavam funcionando na cidade.

Na quinta-feira, o acesso dos egípcios a redes sociais como Facebook e Twitter, amplamente usadas na organização dos protestos, já tinha sido bloqueado.

As autoridades, porém, negaram qualquer envolvimento com as falhas nos serviços de internet e telefonia.

As forças de segurança do Egito permanecem em alerta máximo para controlar as manifestações desta sexta-feira, que devem reunir milhares de pessoas. Será o quarto dia consecutivo de protestos no país: desde terça-feira os egípcios vão às ruas para protestar contra Mubarak, que está no poder desde 1981.

Até o momento, houve sete mortos, dezenas de feridos e centenas de detidos. Entre os detidos estão pelo menos sete dirigentes do grupo oposicionista Irmandade Muçulmana, que é banido no Egito.

Diálogo

Na quinta-feira, o partido governista do Egito propôs diálogo ao manifestantes de oposição. “Digo sim ao diálogo, à divisão de poder e à troca de opiniões, mas de maneira pacífica e legal”, declarou em uma coletiva o secretário-geral do Partido Democrático Nacional, Safwat El-Sherif.

Sherif não ofereceu, no entanto, qualquer concessão aos manifestantes, que pedem a saída de Mubarak, nem indicou como o governo enfrentará as demandas populares relacionadas ao desemprego e à pobreza.

O político oposicionista Mohamed El-Baradei chegou ao Cairo na quinta-feira e prometeu se unir aos manifestantes.  Ao deixar Viena, onde mora, rumo ao Cairo, Baradei se disse “pronto para liderar a transição pacífica no Egito”, caso seja “a vontade do povo”.

    Leia tudo sobre: egitomanifestaçõestunísiagoverno

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG