Ação conjunta entre Espanha e Itália permite prisão de mafioso

Toledo (Espanha), 22 dez (EFE) - A Guarda Civil espanhola, em uma operação conjunta com a Polícia italiana, deteve em Escalona, em Toledo, Marco Assegnati, de 42 anos, considerado o chefe do clã Nino da Camorra, de Nápoles.

EFE |

O detido agia na região napolitana e estava na lista dos 100 mafiosos mais procurados, elaborada pelo Ministério do Interior italiano, informou hoje a Direção Geral da Polícia e da Guarda Civil.

Contra Assegnati pesava uma ordem de detenção da União Européia por pertencer a uma organização mafiosa entre cujas atividades se encontram o tráfico de drogas e de armas, e a extorsão, entre outras ações.

As investigações começaram em maio, por causa de uma notícia na qual se indicava que este perigoso mafioso estava na Espanha.

A Guarda Civil localizou então o detido, que morava em um chalé de Escalona, de onde continuava coordenando a atividade ilícita do clã na Itália. EFE egm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG