Abu Sayyaf seqüestra sete civis muçulmanos na ilha filipina de Jolo

Zamboanga (Filipinas), 8 abr (EFE).- Supostos membros do grupo radical islâmico Abu Sayyaf seqüestraram sete pessoas, todas elas muçulmanas, na ilha de Jolo, no sul das Filipinas, informaram hoje fontes policiais.

EFE |

O incidente ocorreu perto de uma aldeia remota na ilha de Jolo, 980 quilômetros ao sul da capital, onde os atacantes colocaram uma emboscada contra um veículo que transportava combustível, e retiveram os seis ocupantes e o motorista.

Por enquanto, não se sabe o motivo do seqüestro, mas o jipe tinha pelo menos seis recipientes de gasolina, segundo o chefe da Polícia provincial, Julasirim Qasim.

Há uma semana, supostos guerrilheiros do Abu Sayyaf raptaram na mesma zona um professor muçulmano de um colégio local, que foi libertado pouco depois aparentemente graças ao pagamento de um resgate, mas a família da vítima nega essa informação. EFE rp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG