embaixador de Bin Laden na Europa será posto em liberdade - Mundo - iG" /

Abu Qatada, embaixador de Bin Laden na Europa será posto em liberdade

Londres, 8 mai (EFE).- Um tribunal especial de imigração do Reino Unido decretou hoje liberdade, após pagamento de fiança, para o clérigo radical Abu Qatada, considerado o embaixador espiritual da rede terrotista Al Qaeda na Europa.

EFE |

Qatada, de origem jordaniana e cujo verdadeiro nome é Omar Mahmoud Mohammed Othman, será liberado mas terá que cumprir algumas condições, conforme determinação da Comissão Especial de Apelações de Imigração (SIAC, em inglês).

O clérigo, detido no Reino Unido desde 2002, ganhou no mês passado um recurso de apelação apresentado contra a decisão do Governo britânico de deportá-lo à Jordânia.

Abu Qatada se encontra agora recluso na prisão de máxima segurança de Belmarsh (sul de Londres) e poderia ser liberado em questão de semanas.

A ministra britânica do Interior, Jacqui Smith, que apelará contra a decisão judicial de bloquear a deportação de Qatada para seu país, se declarou "muito decepcionada" com a decisão da Comissão, mesmo com as "muito estritas condições" da libertação.

"A segurança pública é nossa principal prioridade e daremos todos os passos necessários para proteger os cidadãos", disse Smith, após anunciar a decisão que representa um revés para a política do Executivo britânico de deportar estrangeiros suspeitos de terrorismo aos países com os quais assinou acordo para esse fim.

O Governo britânico acusa Qatada de ter relações "estabelecidas há muito tempo" com a Al Qaeda e diversos grupos radicais islâmicos como o egípcio "Jihad".

O clérigo foi qualificado pelo juiz espanhol Baltasar Garzón como o "embaixador" de Osama bin Laden na Europa durante uma investigação sobre as relações espanholas com os atentados de 11 de setembro de 2001 perpetrados nos EUA.

Qatada negou essas acusações e insistiu, inclusive, que não conhece Bin Laden.

Além disso, o acusado foi condenado à prisão perpétua na Jordânia por sua relação com atentados terroristas em 1998.

Nascido em 1960, Abu Qatada conseguiu em 1994 asilo político no Reino Unido, onde chegou um ano antes com um passaporte falso saindo dos Emirados Árabes Unidos fugido de seu país de origem. EFE pa/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG