Abkházia lamenta saída de missão de observadores da ONU

Moscou, 18 jun (EFE).- A região georgiana da Abkházia lamenta a saída da missão de observadores da ONU (UNOMIG), desdobrada na república separatista desde 1994, disse hoje à Agência Efe Serguei Shamba, chefe da diplomacia local.

EFE |

"Lamentamos o fim da missão da ONU na Abkházia, mas a culpa não é nossa. Vários países do Conselho de Segurança defenderam posturas radicais, por isso não foi possível chegar a um acordo para a renovação do mandato da missão", assinalou.

O diplomata, que elogiou o trabalho realizado pelos observadores da ONU durante os últimos 15 anos, criticou o fato de os países ocidentais "continuarem defendendo a integridade territorial da Geórgia".

"Dois países-membros da ONU (Rússia e Nicarágua) reconheceram a independência da Abkházia e também a da Ossétia do Sul", assinalou.

EFE io/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG