Abkházia denuncia nova tentativa de incursão de forças georgianas

Moscou, 15 nov (EFE).- As autoridades da região separatista da Abkházia denunciaram hoje uma nova tentativa de incursão por parte de forças georgianas na região fronteiriça de Gali, antes povoada majoritariamente por georgianos.

EFE |

"Nos altos da região de Gali, na fronteira com a Geórgia, aconteceu um confronto entre guardas fronteiriços abkhazes e sabotadores georgianos", informou à agência "Interfax" o representante do líder da Abkházia em Gali.

Segundo os dados preliminares, "um dos sabotadores morreu e outros dois ficaram feridos", acrescentou.

"As forças georgianas retornaram à Geórgia após o conflito armado", afirmou.

A Abkházia denunciou várias tentativas por parte de Tbilisi desde o fim do conflito na região separatista de Ossétia do Sul, ocorrido de 8 a 12 de agosto.

No início de outubro, sete soldados russos morreram e outros ficaram feridos em uma explosão ocorrida no quartel-general das forças de paz russas em Tskhinvali, capital da Ossétia do Sul.

Por esta razão, os separatistas abkhazes anteciparam que assinarão em breve um acordo fronteiriço com a Rússia para que unidades do Serviço Federal de Segurança (FSB, antigo KGB) patrulhem os 80 quilômetros de fronteira com o restante do território georgiano administrado por Tbilisi.

Além disso, o líder da Abkházia, Sergei Bagapsh, disse que a república abrigará duas bases militares russas, no aeroporto de Gudauta e no porto naval de Ochamchira, que poderá receber parte da Frota do Mar Negro russa.

Após reconhecer a independência de ambas as regiões e estabelecer com elas relações diplomáticas, a Rússia assinou com a Abkházia e a Ossétia do Sul acordos de amizade, cooperação e assistência mútua em caso de agressão.

O presidente russo, Dmitri Medvedev, classificou os acordos - semelhantes aos que a União Soviética assinou com os países-membros do Pacto de Varsóvia - de "históricos" e de "continuação lógica" da vitória russa no conflito contra a Geórgia. EFE io/fh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG