Abkházia acusa Geórgia de intensificar atividades terroristas em Gali

Tbilisi, 30 ago (EFE).- As autoridades da região separatista georgiana da Abkházia acusaram hoje a Geórgia de intensificar suas atividades terroristas no distrito fronteiriço de Gali, zona desmilitarizada habitada por georgianos e controlada pelos capacetes azuis russos.

EFE |

"A Geórgia realizou o terceiro atentado terrorista no distrito de Gali nas últimas semanas. É possível dizer que a Geórgia intensificou sua atividade terrorista e de sabotagem em território da Abkházia, disse Ruslan Kishmaria, delegado para Gali do presidente da autoproclamada república da Abkházia, Serguei Bagapsh.

Na véspera, uma bomba foi detonada por controle remoto na passagem de um veículo da Polícia da Abkházia, disse.

"Felizmente, ninguém ficou ferido", acrescentou, segundo a agência "Interfax".

Esse é o terceiro ataque terrorista no distrito de Gali no qual uma bomba é ativada por controle remoto, disse Kishmaria, e lembrou que um destes atentados matou três policiais da Abkházia. EFE mv/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG