Abdullah pede segundo turno contra Karzai

CABUL - O ex-ministro das Relações Exteriores Abdullah Abdullah, principal rival nas eleições presidenciais afegãs do atual presidente Hamid Karzai, pediu nesta segunda-feira a convocação de um segundo turno para garantir a legitimidade do processo, objeto de várias denúncias de fraude.

Redação com agências internacionais |

"Assim se restabeleceria a confiança das pessoas no processo com um segundo turno", declarou o ex-chanceler afegão. "Seria em benefício do processo, mais do que outra coisa", completou.

Com 95% das urnas apuradas, das quais 2,15% estão sob investigação, Karzai tem 54,3% dos votos, contra 28,1% de Abdullah.

A lei eleitoral afegã prevê um segundo turno se nenhum candidato conseguir mais de 50% dos votos no primeiro turno.

Leia mais sobre eleições no Afeganistão

    Leia tudo sobre: afeganistãoeleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG