Abdullah insiste que houve irregularidades e fraudes nas eleições afegãs

O principal adversário do atual presidente afegão Hamid Karzai, Abdullah Abdullah, reiterou neste domingo suas denúncias de irregularidades e fraudes nas eleições de quinta-feira passada no país.

AFP |

"Segundo inúmeras informações recebidas por minha equipe de campanha, a participação em certa zonas do país foi quatro vezes maior à registrada, ou seja, entre 40 e 45% ao invés de apenas 10%", declarou, referindo-se às zonas do sul e sudeste do país, as mais afetadas pela violência dos talibãs, e onde, para os observadores, a afluência não superou os 10% .

Abdullah acrescentou que sua equipe continua investigando as denúncias para ter uma ideia completa da situação. "Como se trata de um fraude em masa, acho que o povo do Afeganistão precisa saber o que está acontecendo e a comunidade internacional deve estar a par de nossas preocupações", afirmou.

A equipe de Abdullah anunciou ter transmitido à comissão eleitoral afegã cerca de 40 queixas, a maioria denunciando a atitude de dirigenetes locais que ordenaram aos eleitores votar em Karzai. Os resultados finais das presidenciais só serão conhecidas em meados de setembro.

Leia também:


Leia mais sobre Afeganistão

    Leia tudo sobre: afeganistãoeleiçãofraude

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG