Abbas soltará 200 membros do Hamas por ocasião do Ramadã

Ramala, 23 ago (EFE).- O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, ordenou a libertação de 200 presos do movimento islâmico Hamas, num gesto de boa vontade por ocasião do Ramadã, informou a agência de notícias Maan.

EFE |

O gesto da ANP é feito depois que, na semana passada, o Hamas libertou 50 seguidores do nacionalista Fatah, partido ao qual Abbas pertence.

A libertação de presos pode fazer parte de um futuro acordo de reconciliação entre as duas principais forças políticas palestinas, indicou a "Ma'an".

Fontes palestinas anunciaram esta manhã que a próxima rodada de negociações entre os grupos, prevista para terça-feira, no Cairo (Egito), foi suspensa até o fim de setembro, quando termina o mês sagrado do jejum muçulmano.

O Fatah e o Hamas estão em disputa desde que, em junho de 2007, os membros do movimento islâmico assumiram à força o controle da Faixa de Gaza, expulsando do território as forças leais a Abbas.

Em fevereiro deste ano, sob mediação do Egito, as duas facções iniciaram um diálogo que permita a realização de eleições palestinas em janeiro de 2010. EFE aca/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG