Abbas quer que eleições palestinas aconteçam em abril

Por Wafa Amr RAMALLAH, Cisjordânia (Reuters) - O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, planeja convocar eleições presidenciais e parlamentares para abril, apesar da oposição do Hamas, que controla a Faixa de Gaza, disse um importante representante do presidente na terça-feira.

Reuters |

"O pedido de eleições será feito no começo de janeiro", disse Yasser Abed Rabbo. "As eleições serão feitas três meses depois".

O Hamas, que tomou a Faixa de Gaza no ano passado depois de expulsar as forças leais a Abbas, se opõe a uma eleição parlamentar em 2009, pois pode perder o apoio devido à piora das condições econômicas no enclave bloqueado por Israel.

Falando a repórteres na cidade de Ramallah, na Cisjordânia, na terça-feira, Abbas disse: "Eles (Hamas) têm de entender que, no fim das contas, haverá eleições".

Mas o grupo islâmico insiste que o mandato de Abbas deve terminar no dia 9 de janeiro e afirma que não vai reconhecer sua autoridade depois desta data. Abbas diz que seu mandato acaba em 2010.

Abed Rabbo disse que o pedido de eleições será feito para evitar a tentativa do Hamas de desligitimizar Abbas e a Organização para a Libertação da Palestina (OLP), liderada por ele.

Ele disse que o pedido também se soma ao "prazo final" dado pelo Hamas para retomar as negociações com o Fatah, mediadas pelos árabes.

Falando em Washington, o primeiro-ministro interino de Israel, Ehud Olmert, disse que Abbas "é o líder do povo palestino".

"Eu vou continuar a negociar com (Abbas), sem cessar, e haverá encontros no futuro", afirmou.

"Queremos assinar um acordo de paz... Estamos muito próximos de pontos decisivos. Agora, decisões têm de ser tomadas. Para tomar decisões, não precisamos de meses", disse Olmert a repórteres.

"Temos de tomar uma decisão muito dolorosa, que implica a desistência de partes da terra de Israel".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG