Abbas promete trabalhar por reunificação nacional após cessar-fogo

Jerusalém, 14 jan (EFE).- O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, trabalhará imediatamente em favor da reunificação palestina depois de consolidado o cessar-fogo em Gaza que o Egito propõe a Israel e ao movimento islamita Hamas.

EFE |

Em uma coletiva na Muqata de Ramala, Abbas manifestou que "a prioridade agora é parar a agressão israelense".

"Depois vamos trabalhar imediatamente pela reunificação palestina de acordo com a proposta egípcia", respondeu Abbas a uma pergunta da Agência Efe sobre a possibilidade de suas forças voltarem à Faixa após o cessar-fogo.

A União Européia (UE) acredita que o fim da ofensiva permitirá reativar o acordo de 2005 que previa o controle das passagens fronteiriças de Gaza por parte de forças da ANP com o apoio de observadores europeus.

O acordo se desmoronou quando, em junho de 2007, as milícias islamitas do Hamas expulsaram da Faixa as forças leais a Abbas, e o movimento assumiu o controle político desse território. EFE amg/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG