Abbas pede maior apoio da Europa ao processo de paz no O.Médio

Berlim, 25 fev (EFE).- O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, defendeu hoje, em Estocolmo, um maior envolvimento da Europa no processo de paz do Oriente Médio.

EFE |

Após uma reunião com o primeiro-ministro da Suécia, Frederik Reinfeldt, que no segundo semestre assumirá a Presidência rotativa da União Europeia (UE), Abbas disse que os palestinos esperam da Europa "apoio político à solução de dois Estados".

Reinfeldt, por sua vez, anunciou que, no semestre em que estiver à frente da UE, que coincidirá com a realização das eleições palestinas, se esforçará para ajudar na solução do conflito no Oriente Médio.

No entanto, o primeiro-ministro ressaltou que, para que haja uma reconciliação entre palestinos e israelenses, e para que possa haver um Governo de união nacional entre os movimentos Fatah e Hamas, é necessário que este último demonstre sua crença na solução de dois Estados.

Ontem, Abbas pediu à comunidade internacional que não rejeite um Governo de união com o Hamas, pois, segundo disse, esta é a única esperança para que o conflito entre os palestinos seja solucionado.

Abbas ressaltou que um Governo de união nacional como o que propõe não terá êxito enquanto Estados Unidos e Israel rejeitarem este projeto. EFE ih/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG