Abbas encerra oficialmente o congresso de seu partido Fatah

O presidente palestino Mahmud Abbas encerrou oficialmente neste sábado o congresso de seu partido, o Fatah, que rejuvenesceu o executivo desta formação laica que dominava a cena política antes de ser derrotada nas urnas pelo grupo islamita Hamas.

AFP |

O congresso, sem precedentes desde 1989, começou em 4 de agosto em Belém, na Cisjordânia. Durante esta reunião, mais de 2.000 delegados renovaram as principais instâncias do Fatah: o Comitê Central e o Conselho Revolucionário.

Abbas anunciou o final do congresso após o anúncio dos resultados da votação para o Conselho Revolucionário, integrado por 120 membros, 80 deles eleitos e 40 designados pela direção.

Entre os candidatos eleitos, mais de 70 pessoas fazem parte pela primeira vez nesta instância, a segunda em importância por trás do Comitê Central. Onze mulheres estão entre os eleitos.

O novo Comitê Central também foi renovado durante o congresso, com a entrada de diretores da nova geração, com a eleição entre outros de Marwan Barghuthi, detido em Israel, e homens com mão de ferro saídos dos serviços de segurança, como Mohamed Dahlan e Jibril Rajub.

Abbas manifestou sua satisfação pelo bom desempenho do Congresso e anunciou a realização "nos próximos dias" de uma reunião do Conselho Nacional Palestino (CNP), parlamento no exílio, para dinamizar a OLP, a Organização para a Liberação da Palestina que preside.

A última reunião plenária do CNP, que conta com 500 membros, foi realizada em 1996 em Gaza.

na-ezz/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG