Abbas e Olmert decidem em Jerusalém manter negociações de paz

O primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, e o presidente palestino, Mahmud Abbas, decidiram nesta segunda-feira manter os esforços para a obtenção de um acordo de paz no Oriente Médio este ano, disse um porta-voz do governo israelense após um encontro entre ambos os dirigentes em Jerusalém.

AFP |

Os dois "decidiram manter o objetivo de alcançar um acordo histórico até o final do ano", afirmou o porta-voz Mark Regev depois da reunião, de mais de duas horas e meia de duração.

No entanto, as duas partes expressaram sua preocupação com a situação.

"Chegou-se a um acordo para que essas preocupações não interfiram nas negociações", apuntó Regev.

Israel se mostrou preocupado com os ataques de "terror", enquanto os palestinos se queixaram da colonização judaica na Cisjordânia, explicou um oficial.

"Ambas as partes reiteraram seu compromisso com a efetivação do Mapa do Caminho (pela paz)", explicou Regev.

"Os líderes analisaram com suas equipes a situação das negociações e as estimularam a prosseguir seu trabalho", acrescentou.

Abbas e Olmert conversaram na residência do primeiro-ministro israelense, em seu primeiro encontro desde 19 de fevereiro.

O presidente palestino havia suspenso os contatos em conseqüência de uma violenta operação empreendida pelo Exército israelense na Faixa de Gaza no início de março.

rb-mel/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG