Abbas diz que retoma negociações se Israel cumprir Mapa de Caminho

Ramala, 8 jun (EFE).- O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, disse hoje que retomará as conversas de paz assim que Israel cumprir as obrigações contidas na primeira parte do Mapa de Caminho.

EFE |

"Não estamos impondo condições, mas Israel tem que aplicar a primeira fase do Mapa de Caminho que aceitou há mais de sete anos", declarou Abbas à imprensa.

O plano de paz elaborado pela comunidade internacional em 2003 diz que o Estado judeu deve suspender toda e qualquer atividade nos territórios ocupados, permitir a reabertura de instituições palestinas em Jerusalém Oriental e retirar suas forças das áreas controladas pelos palestinos.

Abbas acrescentou que os palestinos estão cumprindo sua parte no acordo, o que inclui o desmantelamento de grupos armados na Cisjordânia.

"É exigido de nós que alcancemos a segurança e a estabilidade.

Graças a Deus, esta segurança está ao alcance e a estabilidade existe", declarou Abbas após visitar uma escola.

Nesta segunda-feira, mais de 150 mil estudantes do ensino médio na Cisjordânia e na Faixa de Gaza fizeram suas últimas provas. Ao comentar o fato, o presidente da ANP afirmou "que existe um sentimento de unidade palestina", apesar da divisão política existente nos dois territórios.

Ainda sobre as conversas de paz, Abbas questionou: "Se Israel se recusa a reconhecer uma solução de dois Estados ou a cumprir suas obrigações, sobre o que podemos negociar?".

Os contatos entre Israel e a ANP estão suspensos desde o começo do ano, quando o Exército israelense lançou uma operação de grande envergadura na Faixa de Gaza.

Como o atual Governo israelense, liderado por Benjamin Netanyahu desde o fim de março, rejeita a criação de um Estado palestino, a previsão é que as negociações entre as partes continuem suspensas.

EFE nm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG