Abbas diz que abordou com Israel 90% dos temas do conflito

Ramala, 4 mai (EFE).- O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, disse hoje que os negociadores israelenses e palestinos abordaram 90% dos temas do conflito do Oriente Médio nas conversas políticas que iniciaram em dezembro do ano passado.

EFE |

Em entrevista coletiva com a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, Abbas disse que o processo de diálogo está em uma fase avançada, apesar da aparente falta de resultados.

A chefe da diplomacia americana considerou "factível" alcançar um acordo de paz até o fim do ano, como as partes se comprometeram em novembro do ano passado, na conferência internacional em Annapolis (EUA).

Rice reconheceu, no entanto, que a expansão dos atuais assentamentos judaicos da Cisjordânia é um "problema" que prejudica o ambiente das conversas.

A secretária americana disse que está pressionando Israel para que suspenda algumas das mais de 500 barreiras à movimentação dos palestinos que vivem na Cisjordânia.

Além disso, ressaltou que a ANP deve fazer maiores esforços para combater as milícias palestinas, de acordo com as exigências do Mapa do Caminho.

Neste sentido, Abbas manifestou sua esperança de que as forças de segurança palestinas controlem algum dia todas as cidades cisjordanianas.

Neste sábado, 500 agentes da ANP tomaram posições na cidade cisjordânia de Jenin, dentro de um acordo com Israel que não impede que o Exército israelense continue realizando incursões e batidas nas localidades com Polícia palestina.

Rice, que chegou ontem a Israel, se reuniu hoje - primeiro separadamente, depois "três lados" - com o ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, e com o primeiro-ministro da ANP, Salam Fayyad.

EFE fn/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG