Abbas diz estar disposto a trabalhar com substituto de Olmert

Túnis, 31 jul (EFE).- O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, afirmou hoje em Túnis que sua vontade é trabalhar com o próximo presidente dos EUA e com o sucessor do primeiro-ministro israelense para concluir de uma vez a paz.

EFE |

Em um encontro com a imprensa antes de abandonar a Tunísia, onde ontem assistiu ao início do Congresso do partido governamental tunisiano RCD, Abbas afirmou que não considera possível que se alcance a paz com Israel antes do final deste ano.

"Queremos cumprir todos os períodos dos acordos estabelecidos entre as duas partes, mas lamento dizer que não aconteceram progressos substanciais sobre os seis trechos principais", declarou.

Ele afirmou que estes capítulos tratam do estatuto final de Jerusalém, onde a ANP quer estabelecer a capital de seu estado independente, do problema do retorno dos refugiados e dos prisioneiros, do traçado fronteiriço, da distribuição de água e da segurança.

Sobre o anúncio feito pelo Primeiro-ministro israelense de abandonar seu cargo e de que não participar em setembro das primárias do Kadima, o presidente palestino se limitou a afirmar que não vai comentar nada, "pois se trata de um assunto interno da outra parte".

"O que desejo afirmar é que trabalharemos com qualquer primeiro-ministro que for escolhido em Israel e, por enquanto, prosseguiremos este trabalho com Ehud Olmert até que chegue seu sucessor", declarou.

O líder da ANP afirmou que lamenta que tenha sido alcançada a paz com Israel antes do final do mandato do atual presidente americano, George W. Bush, acrescentando que os dois candidatos presidenciais, Barack Obama e John McCain, "disseram que relançarão as negociações de paz o mais rápido possível".

Sobre o assunto, chamou de "positivo" o encontro mantido na Cisjordânia com o candidato democrata, Barack Obama, ao afirmar que este o comunicou "o desejo de não esperar outros sete anos para colocar as negociações no bom caminho". EFE mo/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG