Abbas descarta retorno à violência para alcançar independência palestina

Ramala, 15 dez (EFE).- O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, descartou hoje, em um comparecimento diante dos líderes da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), o retorno à luta armada para alcançar a independência.

EFE |

"O que querem de nós? O retorno à violência? Não aceitarei", disse Abbas aos membros do Conselho Nacional Palestino (CNP), máximo organismo legislativo da OLP.

Dirigindo-se aos israelenses, pediu que lembrassem que eles "foram queimados no Holocausto" e solicitou: "não nos queimem agora, não nos matem".

Em seu discurso, Abbas disse que os palestinos optaram pela via do diálogo, mas assegurou que não acudirão à mesa de negociações enquanto o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, não suspender definitivamente a expansão das colônias e fizer uma referência clara a um Estado palestino.

"Se a construção nos assentamentos for freada completamente por um período definido e (se Netanyahu falar) da criação de um Estado nas fronteiras de 1967 iremos às negociações", disse, na sessão de abertura da reunião do CNP.

O líder da ANP considerou que a moratória de dez meses declarada por Netanyahu "não é uma cessação das atividades de construção nos assentamentos", e pediu à comunidade internacional que "reconheça os termos de referência para as negociações", em alusão a um Estado em Cisjordânia e Gaza com Jerusalém Oriental como capital.

Os membros do CNP, que recomendam as políticas a serem seguidas pelo Comitê Executivo, estão reunidos hoje e amanhã para tentar resolver a crise interna palestina, depois do adiamento das eleições em Cisjordânia e Gaza e após Abbas anunciar que não tentará a reeleição.

Nesse sentido, insistiu hoje em que "não voltarei a candidatar-me à Presidência no próximo processo eleitoral" e acrescentou, sem dar mais detalhes, que "tenho outras medidas que serão anunciadas mais adiante". EFE nm-Sa'ar-elb-amg/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG