Tamanho do texto

Jerusalém, 15 mai (EFE).- O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, defendeu hoje colocar fim ao drama humano causado pela Nakba (Catástrofe), como se conhece entre os palestinos a criação do Estado de Israel há 60 anos.

Abbas fez essa declaração em discurso gravado divulgado no Parlamento palestino na cidade cisjordaniana de Ramala, no qual ressaltou que "nossa gente, deslocada por todo o globo, já teve sofrimento suficiente".

O presidente da ANP lembrou que, apesar desse "sofrimento", "assumimos uma opção estratégica a favor da paz".

"Israel deve parar seus projetos de assentamentos, se realmente não quiser desperdiçar a atual oportunidade de alcançar a paz no Oriente Médio", disse o presidente, em alusão à construção de novas casas judaicas na Cisjordânia.

"Nossas mãos, que combateram nos últimos 60 anos, estão ainda estendidas para a paz", disse Abbas, que está em viagem pelo mundo árabe.

O discurso do presidente palestino foi feita dentro dos 60 anos da Nakba, que se lembra hoje com manifestações populares e lançamento de balões pretos na Faixa de Gaza, Cisjordânia e Jerusalém Oriental. EFE sar/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.